LESÃO DE TENDÃO FLEXOR

 

O que é Lesão no tendão flexor

Essa lesão é causada por traumatismo ou cortes que dificultam o movimento das articulações. O tendão é composto por uma estrutura fibrosa, grossa e flexível, de cor esbranquiçada, que possui o objetivo de proporcionar mobilidade às articulações, e transmitir força de contração. Desta forma, os tendões auxiliam no equilíbrio do corpo e no desenvolvimento dos movimentos. Ainda assim, são grandes as possibilidades de lesões, incluindo a lesão no tendão flexor.

Qualquer lesão traumática no dedo, mão, punho e antebraço podem cortar os tendões flexores (estruturas mais importantes nos dedos, responsáveis por sua flexão), provocando assim a lesão no tendão flexor, que poderá dificultar os movimentos das articulações.

Principais causas

A realização de atividades esportivas de grande impacto, tais como o handebol, lutas, rugby e artes marciais, podem provocar esse tipo de lesão. Outras práticas do dia a dia, como o uso de facas de cozinha, por exemplo, também contribuem com o problema.

A artrose ou doenças inflamatórias, podem ser considerados fatores entre as causas da lesão no tendão flexor, sendo nesse caso associada ao processo degenerativo do tendão.

Sintomas

Entre os sintomas mais comuns estão:

  • Dores intensas na região lesionada, que podem variar conforme a extensão da lesão;
  • Articulações sem mobilidade adequada;

Devido à proximidade das estruturas tendíneas com os ramos nervosos e ou vasos sanguÍneos, as lesões cortantes podem produzir sintomas com hipersensibilidade ou sensação de formigamento, sangramentos abundantes dependendo do tipo de corte e profundidade.

Outras fraturas

Também pode ocorrer a fratura da base do metacarpo e a fratura- luxação carpo metacárpica. No primeiro caso, há avulsão do segundo e terceiro metacarpiano em sua base, sendo sua ocorrência bastante rara. Podem ocorrer as fraturas- luxação, mais comum no quinto dedo.

Existe a necessidade de o paciente ser examinado por um especialista para observar as particularidades do seu caso e a melhor intervenção em cada um.

Não menos importantes são as fraturas do primeiro metacarpo. Entre as mais comuns estão a fratura de Bennett e a de Rolando. São fraturas com acometimento, em geral, articular e devem ser individualizadas para a decisão de tratamento cirúrgico ou conservador, sendo a primeira modalidade mais comum.

É importante saber que a fratura de metacarpo pode deixar sequelas principalmente de movimento e força. Por isso, é fundamental que o tratamento seja realizado da melhor forma possível com o intuito de promover uma recuperação completa, para que o paciente consiga alcançar uma boa cicatrização sem consequências negativas.

dr fernando moya assinatura

Por Dr. Fernando Moya.

 

CRM 112.046

Formado em medicina pela Universidade de São Paulo (USP), com residência em Ortopedia e Traumatologia, pelo instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP. Especialização em cirurgia da mão e microcirurgia também pelo Hospital da FMUSP.

faixa-dr fernando moya-300x2

 

Fale Conosco

Share This
WhatsApp Agende sua consulta