Dedo em Botoeira

Atualizado em: 19/11/2020 por Dr. Fernando Moya

6 minutos

Dedo em Botoeira | Dr. Fernando Moya

Início » Patologia » Dedo em Botoeira

O que é Dedo em botoeira?

O dedo em botoeira é uma deformidade no dedo causada, geralmente, por uma lesão do tendão extensor central, que tem como principal causa, os traumatismos, que limitam a mobilidade do dedo. Esse é um tendão que se lesiona com bastante frequência, principalmente quando um dedo é flexionado a força, ou quando se desloca em direção à palma da mão.

Dedo em Botoeira | Dr. Fernando Moya

Representação gráfica ilustrando tendões na região das mãos após ruptura no tendão extensor central.

Principais causas

A lesão do tendão extensor é causada, na maioria das vezes, por um forte traumatismo durante a realização de alguma atividade com as mãos, ou ainda por um corte que atinge a região superior dos dedos. Também é possível que pessoas com artrite reumatoide lesionem o dedo com mais facilidade.

Relacionados ao tema

O que é Rizartrose?

O que é Rizartrose?

A Rizartrose é facilmente identificada somente nos casos mais avançados, mas no estágio inicial ela precisa de exames mais específicos. Entenda melhor essa doença que precisa ser tratada, confira!

ler mais

Sintomas

Os sintomas de deformidade começam a se desenvolver de forma imediata após a lesão. Mas, em alguns casos, pode acontecer de surgirem gradualmente, em até três semanas.

Quando a deformação é crônica, a articulação torna-se dura e se mantém em posição flexionada, sem que seja possível se endireitar (nem o uso da outra mão pode ajudar).

Além destes, o aparecimento de edema e dores nas articulações também estão entre os principais sinais do problema.

Tratamento

O tratamento deve ser realizado logo no início, após o diagnóstico, para evitar que o problema se torne ainda mais grave. Geralmente, a lesão do tendão extensor possui um tratamento inicial com a colocação de tala para imobilizar a região afetada.

Tala | Dr. Fernando Moya

Paciente usando tala para concluir o tratamento.

Em casos crônicos, o uso de órteses seriadas pode ser uma boa alternativa.

Em casos mais graves, pode ser indicada a cirurgia, a fim de melhorar a dor, a mobilidade, e corrigir a deformidade no dedo.

Dr. Fernando Moya

Sobre o autor

Dr. Fernando Moya CRM 112.046/SP graduado em Ortopedia, Cirurgia de Mão.

 GoogleMyCitations

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + 9 =

Dr. Fernando Moya

Sobre o autor

Dr. Fernando Moya CRM 112.046/SP graduado em Ortopedia, Cirurgia de Mão.

 GoogleMyCitations

Como tratar o Cisto Sinovial? | Dr. Fernando Moya
Entorse do dedo polegar: sintomas e tratamento | Dr. Fernando Moya
Síndrome do túnel do carpo: qual médico trata | Dr. Fernando Moya

Últimos Posts

× Agendar Consulta.