Dedo em botoeira: Como tratar?

Atualizado em: 22/04/2021 por Dr. Fernando Moya -CRM 112046

3 minutos

[wpseo_breadcrumb]

O dedo em botoeira é uma deformidade causada por traumatismos, e que precisa ser tratado o mais breve possível. Esse tipo de problema, chamado também de lesão do tendão extensor central, é o que faz com que o dedo não possa ser esticado, e leva a articulação interfalângica proximal a uma flexão, e a extensão da interfalângica distal.

Esse tendão costuma se lesionar com facilidade, principalmente quando se trata de um dedo que já foi flexionado à força. Por isso, é fundamental consultar o médico especialista para que ele recomende o tratamento adequado. Quanto mais cedo for tratada a doença, mais rápida será a recuperação.

Ao fundo da imagem, há duas mãos.

Formas de tratamento:

O tratamento do dedo em botoeira pode ser realizado logo após o diagnóstico, evitando assim que o problema se torne algo ainda mais grave. A lesão do tendão extensor, inicialmente, é tratada através da colocação de uma tala, para imobilizar a região afetada.

O ideal é que a tala seja utilizada por até seis semanas, se o paciente for jovem, ou três semanas, caso o paciente já tenha a idade avançada. Após esse período, deve-se usar uma tala noturna, por precaução, por ate quatro semanas.

Veja o conteúdo completo sobre: Dedo em botoeira.

Outra alternativa de tratamento é por meio de cirurgia, que poderá melhorar a dor e a mobilidade do dedo em botoeira, porém, não corrigirá a deformidade, apenas amenizará. Em casos mais sérios (ou crônicos), o uso de órteses também pode ser recomendado pelo médico.

O que achou do post de hoje? Deixe seu comentário

Compartilhe nas redes sociais!

Sobre o Autor

Sou Fernando Munhoz Moya Ortopedista CRM 112046 graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, em 2003.
2 Comentários
  1. Neli

    Estou assim ha 50 dias está inflamado o ortopedista colocou a tala ficou pior inchou precisei tirar é uma dor insuportável e eu não posso tomar tramol e nem codeína passou muito mal. Não sei mais o que fazer para desinflamar e corrigir o dedo o ortopedista disse que não adianta operar. Aceito sugestões. Grata

    Responder
    • Dr. Fernando Moya

      Olá, Neli. Infelizmente não tenho como opinar sem os exames em mãos e acompanhamento médico pessoalmente.

      Abraços.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − 8 =

Últimos Posts

Doença de Preiser

Doença de Preiser

A Doença de Preiser é muito rara e não se sabe qual sua causa, por isso o tratamento não é único, precisa ser diagnosticado caso a caso. Veja o que o Dr. Fernando Moya tem a dizer.

ler mais
× Agendar Consulta.