O que é o Cisto sinovial e quais são suas formas de tratamento

Atualizado em: 26/03/2021 por Dr. Fernando Moya -CRM 112046

3 minutos

Início » O que é o Cisto sinovial e quais são suas formas de tratamento

O cisto sinovial é uma alteração extremamente benigna e muito comum que acontece na mão e no punho. Clinicamente, esses cistos serão percebidos como pequenas nodulações, abaulamentos que podem ocorrer tanto no dorso do punho, quanto na parte de baixo, na parte volar.

Mas também pode acontecer na base e na ponta dos dedos, então existe uma série de apresentações, mas todas variantes do mesmo tema.

Cistos são pequenas bolsas com líquido dentro. Esse líquido é um líquido muito próximo do que existe dentro das articulações, e daí o nome sinovial. Em muitos casos, esses cistos sinoviais podem ter diversos caminhos, ou seja, podem tanto aumentar de tamanho, quanto diminuir ou sumir sozinhos, ou podem continuar persistindo.

Diagnóstico:

Como parte da investigação, é sempre interessante realizar alguns exames subsidiários, como raios-X e ultrassons, para confirmar esses diagnósticos. Estas são as alterações mais comuns e mais frequentes, porém em alguns casos podem não ser confirmados.

Relacionados ao tema

Tratamento:

Quando o diagnóstico é confirmado, uma das primeiras coisas a serem feitas é observar o quadro do paciente. Pode ser que o cisto suma sozinho ou pode ser que ele perpetue.

Quando se fala em tratamento invasivo, significa que ele é um pouco mais agressivo e será divido em duas modalidades: as funções e drenagem em determinados cistos, cujas indicações são bem específicas, ou o tratamento cirúrgico.

Recuperação:

Muito se pergunta a respeito da recuperação desse pós-operatório. Geralmente, não é nada complexo. Claro que varia de pessoa para pessoa, de tamanhos de cistos e localizações, mas em geral essa recuperação é bem tranquila.

No final das contas, a cicatrização da pele, o controle de dor, controle de edema, e a recuperação funcional, que geralmente se dá em torno de 14 a 20 dias, são priorizados.

O que achou do post de hoje? Deixe seu comentário

Compartilhe nas redes sociais!

Sobre o Autor

Sou Fernando Munhoz Moya Ortopedista CRM 112046 graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, em 2003.
8 Comentários
  1. fatima

    Estou com um cisto artrossinovial, segundo o ultrassom…porem o retorno com o medico do SUS só em novembro…poderia me dizer o que fazer até lá Doutor Fernando? Obrigada!

    Responder
    • Dr. Fernando Moya

      Olá, Fatima. Infelizmente não tenho como ajudar nesse caso, pois precisaria dos exames em mãos para indicar um tratamento adequado. O ideal é aguardar pelo retorno ou procurar um especialista e levar junto todos os exames!

      Espero ter ajudado e obrigado por me acompanhar!

      Responder
  2. Vera

    Cisto sinovial 7.4×3.4×5.6 localizado superficialmente primeiro compartimento dorsal extensor. Osso assaltado e dor. Como tratar?

    Responder
    • Dr. Fernando Moya

      Bom dia
      Se a dor é importante, ou seja, atrapalha atividades da rotina, o melhor que podemos oferecer é a ressecção cirúrgica. Se não houver uma dor importante, pode monitorar e tentar um tratamento com reabilitação para controle dos sintomas.

      Responder
  3. Carlos Eduardo Barros da Silva

    Boa Tarde Dr. Fernando!

    Tenho um Cisto Sinovial na Face Plantar do meu Pé Esquerdo. O ortopedista que fui, me pediu uma Ultrassonografia do Pé, e constatou isso. Só lembro que tenho esse cisto quando coloco o pé pela primeira vez ao chão ao acordar e quando vou correr (dói o tornozelo). Acredito que esteja pressionando algum nervo, por isso a dor no tornozelo. Qual o procedimento devo tomar, pois o Ortopedista que deu o diagnóstico não é especialista em Pé. Se precisar que eu envie foto do meu exame me avise. Sou do RJ!

    Responder
    • Dr. Fernando Moya

      Olá, Carlos. Boa tarde. Minha especialista é em cirurgia de mão. O ideal seria procurar um médico especialista no seu caso para discutir o tratamento adequado.

      Agradeço pelo comentário.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + 7 =

Últimos Posts

Doença de Preiser

Doença de Preiser

A Doença de Preiser é muito rara e não se sabe qual sua causa, por isso o tratamento não é único, precisa ser diagnosticado caso a caso. Veja o que o Dr. Fernando Moya tem a dizer.

ler mais
× Agendar Consulta.