Início » Você já ouviu falar em Lesão do esquiador? Descubra o que pode causar esse problema


A imagem mostra o Dr. Fernando Moya olhando para a câmera, sorrindo e de braços cruzados.Dr. Fernando Munhoz Moya
 GoogleMyCitations 
CRM: 112.046
Atualizado em: 21/08/2020 por Dr. Fernando Moya

Você já ouviu falar em Lesão do esquiador? Descubra o que pode causar esse problema

Nossas mãos são frágeis! Por diversas vezes, elas podem ser atingidas de várias formas, seja por ferimentos, traumas nas articulações entre as falanges (cada um dos ossos dos dedos) ou torções. E entre os dedos que mais sofrem, o polegar é o campeão! Em alguns casos, quando ocorre algum trauma no polegar, o lesão pode ser chamada de Lesão de Stener, ou ‘Lesão do esquiador’. Você já ouviu falar desta lesão? Então, continue lendo para descobrir mais informações sobre este assunto!

Explicando melhor a Lesão do Esquiador

O polegar apresenta dois ligamentos principais na sua base, um do lado indicador (chamado Ligamento Colateral Ulnar – LCU) e o outro ao lado de fora do ‘dedão’ (recebe o nome de Ligamento Colateral Radial – LCR) sendo o LCU o ligamento atingido com mais frequência.

Como toda prática de atividades físicas apresenta riscos de lesões e a maior parte dessas lesões são resultado de quedas, trombadas ou encontrões. Existe uma lesão em particular, causada pelo impacto da haste (bastão) usada pelos praticantes de ski na região da base do polegar, que leva ao desvio radial do mesmo, rompendo o ligamento. Isso geralmente resulta em uma lesão ligamentar típica – a “”lesão do esquiador”

Portanto, não só os esquiadores têm essa lesão, mas qualquer pessoa que sofre um trauma na região do polegar pode desenvolver tal patologia.

Como tratar e evitar esse tipo de problema?

O tratamento para este tipo de lesão geralmente passa por uma intervenção cirúrgica. O ideal é que a pessoa que sofreu a ‘Lesão do esquiador’ procure um médico ortopedista especialista em cirurgia da mão, para que tenha o diagnóstico correto e portanto que a sua recuperação seja mais rápida, e logo possa voltar a praticar as atividades cotidianas.

A principal indicação para evitar o problema é usar material de proteção adequado para as atividades físicas (quando houver) e atenção ao máximo para evitar o trauma na região.

Lembre-se sempre de se preparar fisicamente antes de praticar esportes, pois quanto melhor o condicionamento físico, menor serão as chances de queda e de lesões nas mãos.

4 Comentários

  1. lindaura da silva

    gostei muito do artigo tenho lesão na mão ou seja dedos e palma pena que nao posso fazer uma consulta com Dr Fernando tem a distancia foi bom ler o artigo.um abraco .

    Responder
    • Dr. Fernando Moya

      Olá, Lindaura. Se possível, entre em contato conosco:

      Telefone: (11) 3262-1169
      Whatsapp: (11) 93800-7157

      Responder
  2. Lislie Lourenço

    Gostaria de saber o preço dessa cirurgia.

    Responder
    • Dr. Fernando Moya

      Olá, Lislie. Para informações sobre valores, entre em contato conosco:

      Telefone: (11) 3262-1169
      Whatsapp: (11) 93800-7157

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − oito =

dr fernando moya assinatura

Por Dr. Fernando Moya.

CRM 112046

Formado em medicina pela Universidade de São Paulo (USP), com residência em Ortopedia e Traumatologia, pelo instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP. Especialização em cirurgia da mão e microcirurgia também pelo Hospital da FMUSP.

faixa-dr fernando moya-300x2

 

Fale Conosco

× Agendar Consulta.