Cisto sinovial: como funciona o tratamento?

Atualizado em: 11/03/2021 por Dr. Fernando Moya -CRM 112046

6 minutos

Início » Cisto sinovial: como funciona o tratamento?

O cisto sinovial é uma nodulação em geral arredondada, que se localiza próxima às articulações. Do ponto de vista clínico, podemos dizer que o cisto é característico seria como um abaulamento de volume variável, que surge ou no punho ( tanto no dorso quanto na porção palmar), ou na base dos dedos ou ainda na extremidade dos dedos.

Gostaria de saber mais sobre esse tipo de cisto, e como funciona o tratamento? Então, continue nos acompanhando!

A imagem mostra um punho com um cisto sinovial

Como surge um cisto sinovial?

Formado pelo extravasamento de líquido sinovial  encapsulado em  uma cavidade extra articular (como uma bolsa), o cisto sinovial é um tumor benigno que surge na mão ou no punho ( entre outros locais) , podendo ser bastante palpável e visível.

Ainda não sabemos ao certo qual o real motivo de seu surgimento. O que sabemos é que ele pode ocorrer devido a pequenas alterações da cápsula articular ou ainda da bainha que recobre os tendões.

Principais sintomas

Além da consistência, que é fibroelástica (borrachosa), o cisto sinovial é transluzente. Assim sendo, quando está próximo a um foco de luz, é possível observar o conteúdo.

Conforme dissemos, o principal sintoma é o surgimento de um caroço, de volume variável. Mas, ainda podem surgir alguns outros sintomas, servindo de alerta para que você procure um médico ortopedista especialista em cirurgia da mão, entre eles:

  • Diminuição de força local;
  • Limitação da mobilidade articular;
  • Dor no local

Existem casos onde o cisto sinovial não pode ser visto superficialmente. Isto significa que ele só poderá ser detectado através de exames complementares, como o ultrassom ou a ressonância magnética.

Relacionados ao tema

Formas de tratamento

O tratamento para esse tipo de problema, dependerá primordialmente dos sintomas.

Se não houver sintomas fortes, queixas ou incômodos, pode ser indicado pelo médico ortopedista especialista em cirurgia da mão, apenas um monitoramento. Isto porque é possível que haja uma resolução de forma espontânea. Aliás, segundo a literatura, cerca de 50-60% dos casos isso pode acontecer.

A modalidade mais conservadora de tratamento é a fisioterapia. Ela tem como objetivo ajudar a diminuir as dores do paciente. Além disso, a acupuntura também pode ser um auxílio, para aliviar o incômodo na região.

Quando o cisto sinovial provoca fortes dores, ou causa a diminuição da força, ou limitação da mobilidade, são indicadas algumas outras opções de tratamento.

Existe a possibilidade de aspiração do conteúdo líquido do cisto, um procedimento realizado através de punção com agulha, após anestesia local. Essa técnica é considerada interessante, principalmente por apresentar chances razoáveis de cura, e por se tratar de algo simples, feito no próprio consultório.

Tratamento cirúrgico: artroscopia

A cirurgia é indicada quando o uso de medicamentos, terapias associadas, ou aspiração do líquido não tiveram resultados positivos. Em geral, o procedimento é feito em ambiente hospitalar, com o objetivo de remover o cisto.

É importante lembrar que existem algumas opções de cirurgia, sendo elas a tradicional (via aberta) e a por videoartroscopia, quando falamos de cisto do punho. Quando se trata de cistos de dedos ou da base dos dedos, a correção é estritamente por via aberta.

Como o próprio nome já diz, a tradicional é feita por meio de uma abertura, ou incisão logo acima da lesão, onde está localizada a saliência. Assim, o cisto no punho ou na mão é removido diretamente, realizando em seguida uma cauterização local para evitar a recorrência.

Por sua vez, a artroscopia é uma técnica menos invasiva. Primeiro, são feitas pequenas incisões (duas em geral) no punho do  paciente, e introduzidas óticas finas e delicadas, acopladas a um sistema de vídeo. Desta forma, são proporcionadas imagens nítidas dos ligamentos e das articulações da região afetada. Além disso, são inseridos instrumentos que possibilitam a ressecção do cisto de uma forma diferente – de dentro para fora. Uma das principais vantagens da artroscopia é a redução do dano, ou seja, quando comparada às incisões maiores, das cirurgias convencionais, ela apresenta esse benefício.

O conteúdo foi esclarecedor? Em caso de dúvidas, deixe um comentário abaixo!

Compartilhe também em suas redes sociais!

 

Sobre o Autor

Sou Fernando Munhoz Moya Ortopedista CRM 112046 graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, em 2003.
0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 20 =

Últimos Posts

Doença de Preiser

Doença de Preiser

A Doença de Preiser é muito rara e não se sabe qual sua causa, por isso o tratamento não é único, precisa ser diagnosticado caso a caso. Veja o que o Dr. Fernando Moya tem a dizer.

ler mais
× Agendar Consulta.