Início » Doença de Kienbock: causas, diagnóstico e tratamento


A imagem mostra o Dr. Fernando Moya olhando para a câmera, sorrindo e de braços cruzados.Dr. Fernando Munhoz Moya
 GoogleMyCitations 
CRM: 112.046
Atualizado em: 26/10/2020 por Dr. Fernando Moya

Doença de Kienbock: causas, diagnóstico e tratamento

A doença de Kienbock é uma necrose avascular do osso semilunar. Ainda não se sabe quais são as causas exatas dessa doença, mas é possível identificar uma alteração do fluxo sanguíneo no osso semilunar, que se localiza na transição entre o punho e a mão. Além dessa, existem outras possíveis causas que vão desde pequenas repetições traumáticas, déficits circulatórios até características genéticas, ou seja, a morfologia do osso.

Diagnóstico da doença de Kienbock

Geralmente, o paciente sente um desconforto no punho, mas só os exames complementares poderão especificar qual doença estamos falando. O raio-x pode ser indicado em um primeiro momento, e em casos de dúvidas, a ressonância magnética também é bem-vinda para confirmar o diagnóstico.

Através do exame de ressonância magnética, podemos avaliar em qual estágio a doença está para o tratamento ser recomendado.

Como tratar a doença de Kienbock

Nos estágios iniciais, é recomendado observar e amenizar a dor utilizando equipamentos e/ou medicamentos, mas dependendo do caso, procedimentos invasivos e corretivos podem ser indicados.

Primeiro ponto, essa patologia não é muito comum, mas existem pessoas que tem. Segundo ponto, há técnicas cirúrgicas que podem trazer mais conforto para o paciente e melhorar a funcionalidade do membro afetado.

A qualidade de vida do paciente e a melhora da dor são os objetivos principais para tratar essa doença.

Se esse conteúdo esclareceu suas dúvidas sobre a doença de Kienbock, deixe nos comentários.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + quatro =

dr fernando moya assinatura

Por Dr. Fernando Moya.

CRM 112046

Formado em medicina pela Universidade de São Paulo (USP), com residência em Ortopedia e Traumatologia, pelo instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP. Especialização em cirurgia da mão e microcirurgia também pelo Hospital da FMUSP.

faixa-dr fernando moya-300x2

 

Fale Conosco

× Agendar Consulta.