Paralisia do ciclista: o que é e como tratar

Você sabe o que é a paralisia do ciclista?

Um dos problemas mais comuns entre os ciclistas é a dormência nas mãos, que também pode ser chamada de paralisia do ciclista. Ao contrário do que muitos imaginam, as mãos são as partes do corpo que mais sofrem pressão ao realizar o exercício de pedalar, justamente devido ao peso que é colocado sobre elas, apenas ao segurar o guidão.

A paralisia do ciclista, ou dormência nas mãos, ocorre em um dos nervos principais, o nervo ulnar. Esse é um nervo importante, pois passa por uma espécie de túnel ou canal, chamado de Guyon, responsável pela sensibilidade dos dedos mínimos e anelares, mas também por parte dos movimentos da mão.

É claro que essa sensação de dormência não é uma lesão que ocorre apenas em praticantes de ciclismo, pois pode surgir também devido a traumas na região, tumores ou até na prática de outros esportes. Mas, os ciclistas possuem uma forte tendência em ter esse tipo de problema.

 

Principais sintomas da paralisia do ciclista:

Entre os principais sintomas destacam-se a dormência e o formigamento na palma da mão e nos dedos, que se concentra no dedo mínimo e no anelar. Muitas vezes, pode acontecer de a dor desaparecer conforme o exercício for chegando ao fim, ou melhore quando o indivíduo balançar a mão ou alternar a posição no guidão.

Mas, caso os sintomas persistam por dias e até meses, no decorrer do tempo, é importante que o paciente procure atendimento imediato, principalmente quando notar a volta de todos esses sinais.

 

Tratamento para paralisia do ciclista:

O tratamento para dormência nas mãos, geralmente, é realizado quando os sintomas persistem mesmo com o repouso. São indicados, então, medicamentos anti-inflamatórios e outras possibilidades incluem o uso de suplementação de algumas vitaminas visando a neuroregeneração , e pode ser que o médico especialista em mãos sugira o uso da proteções e sessões de reabilitação para que as mãos recuperem suas atividades normais.

O paciente também precisa ter alguns cuidados específicos, para evitar que essa paralisia retorne. Além disso, vale tentar alternar a posição das mãos no guidão durante o exercício.

Veja também: Bicicleta e dores no Punho.

Existem também algumas outras maneiras de evitar os sintomas de dormência nas mãos, como por exemplo, o uso de luvas com proteção acolchoada, e procurar sempre utilizar bicicletas do tamanho correto, ou seja, que contenham ajustes apropriados para a altura e habilidades do ciclista.

dr fernando moya assinatura

Por Dr. Fernando Moya.

 

CRM 112046

Formado em medicina pela Universidade de São Paulo (USP), com residência em Ortopedia e Traumatologia, pelo instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP. Especialização em cirurgia da mão e microcirurgia também pelo Hospital da FMUSP.

faixa-dr fernando moya-300x2

 

2 Comentários

  1. Lais

    Olá, dr. Fernando. Depois de pedalar, eu sinto dormência nas mãos e dor no punho, isso pode ser por causa da postura? Tem alguma coisa a ver?

    Responder
    • Equipe Dr. Fernando Moya

      Olá, Lais.

      Respondendo à sua pergunta, sim, a postura é algo que interfere na hora de guiar uma bicicleta, e é a primeira coisa que deve ser pensada. O que nós médicos de mãos orientamos, nestes casos, é minimizar as posturas mais extremas.

      Temos um post que fala sobre isso: https://fernandomoya.com.br/bicicleta-e-dores-no-punho/

      Obrigada pelo comentário.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco

Share This
WhatsApp Agende sua consulta