Início » Quais são os tipos de tumores de mão e como tratar?


A imagem mostra o Dr. Fernando Moya olhando para a câmera, sorrindo e de braços cruzados.Dr. Fernando Munhoz Moya
 GoogleMyCitations 
CRM: 112.046
Atualizado em: 21/08/2020 por Dr. Fernando Moya

Quais são os tipos de tumores de mão e como tratar?

A imagem mostra a palma de uma mão na esquerda, e o dorso de uma mão com cisto sinovial no punho, na direita.
Os tumores de mão são geralmente benignos e caracterizados por elevações ou nodulações nos dedos, dorso da mão e punho ou na parte palmar de ambas. Em geral, por ser uma alteração benigna, esses tumores não apresentam uma preocupação maior do que outros tipos de nódulos.

Existem alguns tipos de tumores de mão. Você sabe quais são? Continue nos acompanhando! Falaremos um pouco mais sobre este assunto no post de hoje.

Os tipos mais comuns de tumores de mão

Entre os tumores de mão mais comuns estão os cistos sinoviais, que podem ser classificados como falsos tumores, e mesmo assim, estão entre as alterações ou nodulações mais frequentes no punho e dedos.

Além destes, também são muito comuns os tumores de células gigantes. E o que seriam esses tumores de nome tão diferente? De origem benigna, esses tumores tendem a ter um crescimento mais lento e progressivo, e muitas vezes, é indicada a sua retirada para prevenção, evitando assim novos transtornos.

Também é possível citar os cistos epidérmicos, ou cistos de inclusão, que são provenientes de cortes ou inclusão para dentro da superfície da pele, de materiais estranhos, que formam pequenos nódulos que podem parecer tumores.

Na realidade, essas são alterações mais benignas, que muitas vezes, causam incômodo ao indivíduo, sendo indicada a sua remoção. Para completar, existem os tumores da parte óssea, como lesões intraósseas e encondromas, que não causam desconforto, mas podem gerar fragilidade óssea, sendo descobertas apenas através de exames.

Qual o tratamento?

O tratamento dependerá muito do tipo de lesão, extensão e região onde ocorreu. Portanto, pode ser indicado um tratamento cirúrgico, ou apenas a observação e monitoramento do problema por um tempo determinado.

Vale lembrar que, sempre que for notada alguma alteração ou tumoração na mão, o ideal é consultar o médico especialista em mãos para confirmar as hipóteses através de uma avaliação.

Gostou do conteúdo? Comente abaixo e compartilhe!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 10 =

dr fernando moya assinatura

Por Dr. Fernando Moya.

CRM 112046

Formado em medicina pela Universidade de São Paulo (USP), com residência em Ortopedia e Traumatologia, pelo instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP. Especialização em cirurgia da mão e microcirurgia também pelo Hospital da FMUSP.

faixa-dr fernando moya-300x2

 

Fale Conosco

× Agendar Consulta.